24/01/2020

Número de estabelecimentos rurais com acesso à irrigação aumentou 50% em 11 anos

A irrigação é um dos processos mais importantes para o desenvolvimento da agricultura, e vem cada vez mais ganhando terreno nas propriedades rurais brasileiras. Conforme os dados do Censo Agropecuário de 2017, o número de estabelecimentos que utilizam a técnica cresceu 52,6% em relação ao Censo de 2006. Neste período, a área total irrigada teve aumento de 47,6%, abrangendo uma área total de 6,7 milhões de hectares em mais de 500 mil propriedades rurais.

Há diversos métodos de irrigação disponíveis atualmente. De acordo com o Censo Agro, os mais utilizados pelos produtores no Brasil foram a irrigação por gotejamento, a molhação, a aspersão convencional e a microaspersão.



De acordo com o analista do IBGE Marcelo de Souza Oliveira, nem sempre a área de produção recorre à irrigação por conta do clima seco. “Às vezes, um rio passa perto da área de plantação, por exemplo. Então, a irrigação pode explorar isso. Nada mais é que planejar o uso da água, sem esperar a chuva que poderá ou não vir daqui a alguns meses”, explica.
 
Para ele, projetos voltados à irrigação tornam mais atraente a área para quem quer produzir, como é o caso do Estado de Sergipe, onde o aumento entre 2006 e 2017 foi de mais de 90%.  


  

Contato

Rua Uruguai, 155 / 11º andar - Sala ObservaPOA
Porto Alegre-RS/Brasil - CEP 90010-140
Fone: 55 51 3289-6664 e 55 51 3289-6684
e-mail: observapoa@observapoa.com.br

Newsletter




Desenvolvimento procempa
Prefeitura de Porto Alegre
Prêmio Cidades Sustentáveis